Good Abandonwares: StatBar e WinBar

Neste post faço um breve review de dois acessórios para Windows, que misturam barras de atalhos, monitores de recursos, dentre outros em uma simples interface horizontal:

O StatBar pode exibir em sua barra informações úteis como o uso de memória, cpu, unidades de disco, status das teclas “locks” e insert do teclado, tráfego de rede, controles do Winamp, além, logicamente de uma barra de atalhos configurável. Há outros recursos, mas esses são os mais inportantes.

statbar

Só é possível posicionar a barra no topo ou no rodapé da tela, pois ela ocupa 100% da largura do monitor, independentemente dos itens presentes nela. É possível auto-ocultar a barra, além de definir níves de transparência, e embora o StatBar não tenha suporte à skins, dá pra mudar os esquemas de cores. O programa parece não é atualizado desde 2003, por isso peca em não ter, por exemplo, um leitor de feeds embutido, ou integração com programas de mensagens instântaneas, ou mesmo com o Windows Media Player.

statbar

O StatBar tem apenas recursos básicos. Não é uma maravilha para os modders, como o tão difundido Desktop Sidebar, mas é bem leve e deve servir para usuários mais conservadores, o que não é nosso caso, imagino.

O WinBar, apesar de ser mais antigo que o StatBar, é mais completo. Tem muito mais opções de configuração, e não sei porque me lembra um misto de barra de Windows 2000 com deskbar BeOS. Acho que a maioria discordará, mas é apenas uma impressão pessoal.

winbar

Esse programa também não suporta skins, mas por ter uma interface mais próxima de algo “Windows native”, permite configurações de cores menos limitadas que o StatBar. Não há por exemplo, esquemas de cores padrão, você mesmo faz o seu. Define as cores de fundo e frente (background/foreground) para a barra, além dos estilos de aparência do painel. Ah, e também dá pra determinar os níveis de transparência. O posicionamento, assim como no StatBar, se limita ao topo e rodapé da tela, mas ele se adapta para quem usa mais de um monitor. Além disso, ele pode ser elegantemente recolhido (ocultado) para a lateral da tela.

winbar

Quanto aos módulos de informação: você pode visualizar o hostname, versão do sistema, uptime, uso da cpu, memória e discos, teclas “locks” (mas não “insert”), bateria, relógio, volume, atalhos, e-mail, um tracker (uma espécie de ancestral do RSS), etc. Um diferencial interessante é o módulo de resolução, que cria um atalho na barra para que você possa mudar a resolução de vídeo e profundidade de cores em dois cliques.

A meu ver, embora o WinBar seja mais completo que o StatBar, ele parece ser mais instável. Não utilize ele em conjunto com o TCLock2, por exemplo. Ah e um aviso pra quem usa o BlackBox (e variantes): tanto o WinBar quanto o StatBar são incompatíveis com esse shell. Não sei se com o LiteStep ou outros shells o programa tem problemas.

Esses dois programas parecem estar esquecidos nos confins da web hoje em dia, mas se você tem aquele PC mais antigo, que usa como servidor, etc, ele são bons acessórios pra deixar o desktop mais completo.

Ouvindo :: Metallica – Sad but true
Humor :: apático/indiferente