Styler: um add-on interessante

O Styler é um bom acessório para os deskmodders. Reúne uteis funções em uma única interface, como seleção e edição no esquema “on the fly” dos estilos visuais e wallpapers no Windows XP. Mas, como assim edição “on the fly”?

Imagine que você tem uma série de skins (visual styles) ou wallpapers que possa utilizar no desktop, mas você quer mudar certas características desses elementos, sem modificá-los de fato, para não perder os arquivos originais. O Styler, que funciona em segundo plano, possibilita isso. A imagem abaixo exemplifica o funcionamento.

Styler

Me lembra vagamente uma função surgida há tempos no WindowBlinds, mas que nem sempre dava muito certo com alguns temas. No Styler dá. A mesma coisa pode ser feita com os wallpapers, basta adicionar a pasta em que você guarda os arquivos, ir no botão color e fazer as mudanças desejadas, sem a necessidade de usar um editor de imagens.

Há mais opções no Styler: a aba Toolbar permanece “um mistério inútil” pra mim, pois não ví nenhuma grande mudança, a não ser na ocultação da barra de menus do Internet Explorer. Já a aba Desktop guarda boas opções:

Styler shadows

Drop shadow: cria um efeito de sombra de densidade regulável sob as janelas e menus (exceto nos menus do desktop caso você utilize algum shell alternativo, como o bbLean, por exemplo).
Cursor shadow: apenas reativa a sobra sob o cursor do mouse.
Rectangle over the button: não notei diferença.
Window shade: ao clicar com o botão direito sobre a barra de título de uma janela, a mesma se recolhe, como ocorre em algumas skins do WindowBlinds e gerenciadores de janelas de sistemas Unix.
Window snap: também não notei diferença.
Diversas opções para ícones: espaçamento, dimensões, ocultação de ícones do desktop.
Clear Type: contraste do efeito de suavização das fontes.
Changes text color for dark style: ? ? ?
Style is applied at the time of starting: uma opção de inicialização.

O Styler não é um programa perfeito, nem sempre funciona como deveria, além disso não é atualizado faz um tempinho. Mas pode ser um add-on interessante pra quem quer melhorar o visual do desktop.

Ouvindo :: R.E.M. – Texarkana
Humor :: zen/tranquilo

De PNG para ICO!

De tempos em tempos algumas pessoas recorrem à  comunidade Desktop Art para saber como converter ícones do formato PNG (recentemente suportado pelo Windows Vista), para ICO. Os í­cones em PNG se tornaram comuns no Windows devido à popularidade dos docks, mas no desktop Windows em si, o que sempre reinou foi o formato ICO.

Algumas pessoas costumam sugerir para essa tarefa, o site ConvertIcon, porém, converter uma biblioteca com 50 í­cones por exemplo, um de cada vez, usando o ConvertIcon, se torna uma tarefa muito chata e demorada. Como essa é uma dúvida recorrente, resolvi fazer um breve tutorial sobre o AveIconifier 2, um conversor para esses arquivos, que deve resolver os problemas para a maioria das pessoas.

Vou utilizar como exemplo um pequeno pacote de í­cones, como o Consoles Web Icons, do _iconshock_:

Após instalar o AveIconifier 2, proceda do seguinte modo:

Arraste e solte os í­cones, de acordo com o formato de origem, para seu respectivo espaço na interface do programa: arquivos no formato ICO para esquerda, ou arquivos em PNG para a direita. A conversão ocorre imediatamente, com a exibição de uma pequena barra de progresso no canto inferior direito da janela. Tenha em mente que quanto mais ícones, mais tempo a conversão demorará, e não é pouco, especialmente se forem centenas de ícones em alta qualidade (256×256 px, por exemplo).

aveiconifier: png to ico

Os arquivos são salvos na subpasta “Temp”, do diretório onde o AveIconifier foi instalado, portanto, se você não modificou o destino durante a instalação, a pasta onde estarão os í­cones será “C:Program FilesAveIconifier2temp”.

Atenção! Não feche o software após a conversão. Mova todos os arquivos convertidos antes, pois o AveIconifier exclui o conteúdo da pasta “temp” quando fechado.

Por padrão o programa converte os í­cones para as seguintes dimensões: 32 X 32, 48 x 48, 64 x64, 96 x 96 e 128 x 128 pixels. Você pode adicionar mais 3 tamanhos: 16 x 16, 24 x 24 e 72 x 72 pixels, no sub-menu que surge ao clicar com o botão direito no quadro esquerdo.

Pra finalizar, você ainda pode modificar o visual do programa com skins. Basta clicar com o botão direito sobre a barra de tí­tulo, e escolher a skin desejada.

Mais simples impossí­vel. 🙂

Links relacionados: Tutorial no site do desenvolvedor, VistaICO.

Ouvindo :: Staind – For you
Humor :: triste/chateado

Análise: CD Art Display

O CD Art Display é um excelente plugin pro Winamp (e outros players) que comecei a usar recentemente. Ele mostra as capas dos albuns de uma maneira bem elegante, em uma caixinha de CD que fica flutuando no desktop.

É algo que eu procurava há bastante tempo e já havia testado outros plugins, como o Toaster, que é muito triste em termos de configuração e estabilidade.

Ele se integra aos seguintes tocadores: AlbumPlayer, foobar2000, iTunes, MediaMonkey, Winamp, Quintessential, MP3Toys. É, os usuários do Windows Media Player foram esquecidos. Vem com seis skins pré-instalados e tem muitas opções de configuração, que podem confundir usuários iniciantes.

CAD

Eu particularmente desabilito a maioria das funções estéticas, pois o que me interessa são as informações sobre a faixa: capa, nome do artista, nome da música, nome do álbum, etc. Essas e outras variáveis podem ser configuradas em “Skins Manager/Notifier Text”. O CD Art Display ainda permite que você exiba a capa atual como um ícone na bandeja do sistema, mas isso não me parece tão útil – imagine uma capa com 16×16 pixels de resolução!

Também é possível fazer com que o programa faça o download das capas a partir de sites externos. Eu geralmente copio as capas do AllMusic, mas o CD Art Display não permite isso 😦 .

CD Art Display Screenshot

Uma dica para quem tiver problemas com a exibição de capas:

Supondo que você tenha as tags ID3v1/v2 das suas músicas preenchidas corretamente, você não terá problemas para exibí-las corretamente se usar a sintaxe %songfolder%%artist% – %album%.jpg, em “Options/Read Cover”, onde “%songfolder%” é a pasta onde a faixa se encontra. Além disso, o CAD vem com diversas opções de sintaxe pré-definidas.

Em resumo: é um excelente programa.

Links relacionados:
Skins para o CAD

Ouvindo :: Crematory – Endless (?)
Humor :: tenso/preocupado